Que Tipo de Pessoas Encontramos Aos Pés da Cruz

Nós Também Estávamos Lá Naquele Dia.

Um antigo hino do cantor cristão faz uma declaração linda e comovente, diz: 

”Quero estar ao pé da cruz, donde rica fonte, corre franca e salutar do calvário monte. – Sim, na cruz,  sim,  na cruz, sempre me glorio, e no fim vou descansar , salvo, além do rio.

Deixa-nos a pergunta envolvente:  “Você estava lá quando crucificaram o meu Senhor?”  Sim, você estava lá representado no rosto e no coração dos que lá estavam.  As pessoas não mudaram. Temos as mesmas atitudes e os mesmos alvos dos que viveram há 2 mil anos atrás. Nós as condenamos mas na verdade a maioria de nós somos igualzinho ou pior do que eles.

Havia, naquele dia da crucificação a sombra da cruz, todo tipo de gente. Examinando essas pessoas mais cuidadosamente e examinando suas histórias vamos descobrir nelas algo a nosso próprio respeito, talvez vamos entender que nós também estávamos representados lá.

A maior pergunta é:

O QUE ACONTECEU COM AQUELAS PESSOAS DEPOIS DA MORTE DE CRISTO

Será que essa morte as fez estremecer?  Será que mudaram de vida completamente depois disso?  Será que eles vieram aprender ou a estudar mais a respeito daquele que tinha morrido pelo pecado de cada uma delas?  Será que se tornaram seus discípulos?  Será que se arrependeram depois de tudo o que viram?  Será que ao voltarem para suas casas se tornaram pessoas transformadas ou continuaram indiferentes?

É curioso pensar sobre isto, poderia ser um de nós naquele dia.

NOSSA INDIFERENÇA HOJE PARECE A MESMA DELES NAQUELES DIAS

Pense comigo:  Quantos pregadores de fora já vieram e pregaram para nós nesta igreja. Quantos conferencistas, pastores, missionários, evangelistas, quantos você lembra ?  Você já somou o numero de escolas bíblica dominical, foram lições tremendas, não foram?…e reuniões de oração? Quantas centenas de cultos com temas diferentes. Lembra de quantos retiros ou acampamento você  já foi ? Você lembra o numero de vezes que tocado pela palavra, você foi no altar e muitas vezes com lagrimas nos olhos? Quantas vezes você chorou ou foi tocado no culto pelo testemunho de um irmão?

Voltamos ao nosso tema: Que tipo de gente você acha que estava lá naquele dia? Vamos examinar alguns deles.

1 – Lá estava Malco, (Lc 22:47 a 51)

Sim lá estava Malco servo do sumo sacerdote, que tinha acompanhado os soldados quando foram prender a Jesus e Jesus que em nenhum momento reagiu. Ele (Malco) mesmo já tivera essa experiência assustadora lá no Getsemani e quase perdeu a cabeça quando Pedro que tentando defender o mestre o decepou a orelha . Será que ele usou a orelha nova que Jesus lhe devolveu para ouvir a palavra de Deus?

2  – Lá estava Caifás e o Sinédrio, a corte suprema judaica.

Caifás era o sumo sacerdote em exercício e presidente do sinédrio genro de Anás, também sumo sacerdote. Antes de mandarem prender Jesus, eles já haviam decidido que ele era culpado e o condenaram à morte.

Há várias pessoas assim hoje, alguns tem os pés ligeiros para julgar e abandonar a igreja por motivos fúteis.  Depois, quando têm uma visão total dos fatos e descobrem que estavam erradas e que foram precipitadas, ainda assim por causa do orgulho e da conveniência não voltam para concertar. Esta é uma das fortes razões porque talvez há hoje tantos crentes desviados. Será que alguém daquele sinédrio, será que algumas daquelas autoridades deixou para trás o seu orgulho tolo e veio admitir e concertar o seu erro?

3 –Pilatos, o governador da galiléia

Parece que ele queria fazer o que era certo, mas simplesmente não conseguiu encontrar a coragem interior para nadar contra a opinião do povo.

Ele viu a Jesus face a face, ouviu a sua meiga voz, sentiu o seu respirar, sabia que tudo era uma trama para o condenar  e leva-lo a cruz, sabia que as testemunhas contra Cristo (Mt 26:60) eram falsas, e poderia ter mandado prender os falsos acusadores, tinha poder para isso mas preferiu ao contrário. Ele sabia que se mandasse soltar a Jesus seria deposto do seu cargo de governador da galiléia. Pilatos por 3 vezes já havia declarado Jesus inocente.  Eis um homem que sabia que devia fazer o bem e não o fez.

Depois que Jesus morreu, como será que Pilatos passou a ver os seus atos, nada adiantou ele lavar as mãos.

Será que a esposa dele foi atrás de seu sonho e procurou saber mais do homem a quem o seu marido havia condenado à morte? (mateus 27:19). Diz a historia que logo depois disso o império romano o tirou do posto de governador e Pilatos foi deposto e exilado ou banido para o monte lucerna onde terminou os seus dias sem nenhuma gloria ou pompa, morreu abandonado na completa miséria.

4 – Barrabás (Lc 23:13)

Ele foi um assassino, talvez o pior de todos, foi também um ladrão irrecuperável e quase foi crucificado. Havia três cruzes no monte aquele dia. Será que Barrabás olhou para trás? Será que ele olhou para a terceira cruz e disse: “Para lá eu teria ido senão fosse a graça ou a misericórdia de Deus”? Ele se beneficiou fisicamente com a crucificação de Cristo, mas será que também teve benefícios espiritual.

O livro de atos dos apóstolos que conta a historia da igreja primitiva não cita o seu nome. Jesus morreu por Barrabás, apesar deste ser pecador. O mesmo ocorreu com todos nós. Não somos em nada melhor que Barrabás ou de qualquer outro mísero pecador que você conhece

5 – Simão, o cireneu

Ele estava apenas se ocupando de seus negócios em Jerusalém. A morte de Cristo interrompeu o seu programa e mudou os seus planos para aquele dia. Ele andou com Jesus pela “via dolorosa”, andou com Jesus, viu-o, tocou-o. Era de esperar que esta experiência transformasse a sua vida, mas nenhuma menção honrosa a ele é feita depois disso. Poderia ter escrito sua historia diferente, como tornar-se um seu seguidor, mas nada de bom é relatado a favor dele.  É exatamente para isso que serve a morte de Cristo. Muitos tiveram suas vidas mudadas completamente depois que tiveram um encontro com Jesus. Você jamais será o mesmo depois de ser trazido e entrar na presença do Salvador crucificado. Ex: O endemoninhado Gadareno

Havia mais pessoas presentes naquele dia fatídico, havia,

6 – O Centurião

Ele era Responsável por toda a guarda, deu as ordens mais sórdidas da história. Ele arquitetou todos os passos daquele momento histórico. Depois disso ele viu o sol enegrecer, sentiu o terremoto abalar a região, soube que muitos saíram dos túmulos e ressuscitaram, viu Jesus sangrando, viu também Jesus orar ao pai e dizer: “Pai perdoa-os porque não sabem o que fazem”. Ouviu as zombarias, deu ordem a seus soldados para traspassar a Jesus como uma lança, Como foi o resto de sua vida depois disso. O que ele contou a seus filhos e netos depois disso.

Lá estavam juntos com o centurião os soldados sob seu comando que zombavam e repartiram entre si a túnica de Jesus e não permitiram que ninguém viesse socorre-lo e que depois disso o guardaram o túmulo com uma escolta.

7 – Santos e pecadores sob a sombra da cruz.

Lá estavam os curiosos que não se mostravam a favor nem contra, correram para o local para ver o espetáculo, e voltariam para suas casas indiferentes depois disso  (mt. 27.55-56). Os observadores são sempre indecisos eles seguem Jesus de longe, são um retrato hoje de alguns cristãos de arquibancadas, não assumem nada, não vestem a camisa, querem ficar em cima do muro observando, não se engajam, não se comprometem, a igreja não pode contar com eles e não pode esperar nada ou quase nada deles. Leia esses relatos e chore. Aprenda sobre o Senhor que te amou e torne-se seu seguidor. Busque o perdão dos pecados que você cometeu e que fizeram o bendito Filho de Deus suportar a agonia terrível da crucificação.

Lá estavam,

8 – Os Religiosos

Lado a lado os anciãos, os escribas, os sacerdotes e seus servos, formavam o conselho que tinha naquele dia como preocupação maior achar ou comprar falsas testemunhas para incriminar a Jesus.

Onde estavam os seus discípulos ou aquele qual o Senhor havia curado? cegos, aleijados, leprosos, onde estava lazaro seu melhor amigo?  Lazaro que Jesus havia ressuscitado depois de 4 dias morto? Quase todos os seus discípulos os haviam abandonado, Pedro o seguia de longe para não ser notado, e quando uma serva o identificou ele prontamente negou: Não conheço este homem e por 3 vezes fez o mesmo e de tão irado chegou a praguejar e jurar falsamente. Este é o grande perigo de fazer de conta que conhece a Jesus, é segui-lo de longe.

9 – O Ladrão Arrependido

Ele representa os que se rendem e se entregam (Lc 23.40-43).  Aquele ladrão já com um pé no inferno deixou seu orgulho de lado. Reconheceu seu pecado, quando disse: Nós por nossos feito merecemos estar aqui nesta cruz mas este, se referindo a Jesus, que mal fez? Reconheceu a inocência de Jesus – se arrependeu – Reconheceu e creu na eternidade – Reconheceu que Jesus era o único caminho – Clamou por salvação quando disse: Lembra-te de mim. Recebeu de Jesus a promessa. Hoje mesmo estarás comigo no paraíso.

Onde você esta no meio desta multidãoEspero sinceramente que, o que foi dito aqui sirva para você meditar e entregar sua vida a Ele.

Existe ainda um grupo pior, que não vamos analisar hoje, é o grupo dos “Deixa disso” que permanecem acomodados em cima do muro e estão lá sem reconhecer que isso é o que o diabo mais admira neles, sem reconhecer que o muro mesmo pertence ao diabo. Sem saber que estão brincando de “Roleta russa”.  Estão lá inertes quase imóveis e já com os 2 pés no inferno, só bastando morrer. Engrossando com isso o numero de indiferentes.

Postar um comentário